Justiça autoriza busca e apreensão de material irregular de campanha de Dória também em São Manuel

A Justiça autorizou busca e apreensão em mais 14 endereços no interior de São Paulo, além da capital, para apreensão de material irregular de campanha de João Doria (PSDB).

Em novo despacho, o juiz Afonso Celso da Silva determinou operação em escritórios do PSDB  Jacareí, São José dos Campos, Mauá, São Manuel, Pindamonhangaba, Presidente Prudente, Franca, Peruíbe, Sorocaba, Suzano, Olímpia, Perderneiras, São José do Rio Preto e Praia Grande.

Como mostrou o Painel da Folha de S.Paulo, o material alvo da operação faz propaganda do chamado voto Bolsodoria, para Jair Bolsonaro (PSL) presidente e Doria governador de São Paulo.

De acordo com a denúncia, feita por Márcio França (PSB), o material gráfico foi produzido sem o nome dos candidatos a vice nas chapas estadual e presidencial, o CNPJ da gráfica responsável pela confecção, a dimensão das peças e a tiragem.

Na manhã desta sexta-feira (19), a Polícia Federal já havia feito uma ação no escritório da campanha no Edifício Joelma, no centro da capital paulista.

Em nota, a assessoria da campanha do tucano afirmou que a coligação havia identificado uma pequena parcela de material produzido sem CNPJ e que a distribuição desse lote foi suspensa.

Gostou? Compartilhe e ajude mais pessoas a ter informação!
0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *