Decisão do governo do Estado prejudica atendimento em Barra Bonita

O deputado Edmir Chedid (DEM), presidente da Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa, lamentou nesta segunda-feira (15) a decisão do governo do Estado, por meio da Secretaria da Saúde, em manter desabilitado o atendimento médico-hospitalar de Barra Bonita (Região Administrativa de Bauru) como ponto estratégico às vítimas de acidentes com animais peçonhentos.

Desde 2013, o atendimento médico-hospitalar está centralizado no Pronto-Socorro Municipal de Bauru e nas Santas Casas de Jaú e Lins, que ficam na mesma região administrativa. “A Secretaria [da Saúde] alega que a alteração ocorreu na época devido à baixa média anual de casos com indicação de tratamento com soro antiveneno, o que de fato contradiz autoridades municipais”, garantiu.

Em nota, a Secretaria da Saúde afirmou que, além da baixa média anual de casos registrados em Barra Bonita e nos demais municípios do entorno, a distância entre os locais de ocorrência dos casos e de atendimento dos pacientes influenciou na decisão acerca da reformulação dos serviços prestados pela rede pública. “A intenção foi melhorar o acesso e o atendimento do paciente”, completou.

Para o parlamentar, no entanto, a medida se deve principalmente ao desabastecimento referente ao repasse do soro antiveneno registrado pela rede pública três anos atrás. “Em 2015 houve uma redução pelo Ministério da Saúde no repasse do soro antiveneno aos Estados. Mas o governo do Estado de São Paulo deveria ter procurado uma alternativa em vez de desabilitar pontos estratégicos.”

Ao desabilitar Barra Bonita, a Secretaria da Saúde considerou outras unidades que possuíam profissionais – médicos e enfermeiros – especializados para o atendimento às vítimas de acidentes com animais peçonhentos.  Também utilizou como critério os municípios que possuíam unidades com leitos destinados à observação e/ou internação para os pacientes que necessitarem de internação.

“É importante que Bauru, Jaú e Lins estejam preparados para o atendimento às vítimas de acidentes com animais peçonhentos. Mas não podemos aceitar que, em vez de ampliar esse serviço, o governo do Estado simplesmente desabilite unidades que anteriormente foram referência em nível regional nesse tipo de atendimento à comunidade, como Barra Bonita”, afirmou Edmir Chedid.

Reiteração
O deputado Edmir Chedid declarou que irá reiterar ao governo do Estado, por meio da Secretaria de Saúde, a importância da retomada do atendimento na rede pública de saúde de Barra Bonita às vítimas de acidentes com animais peçonhentos. “Esse pedido está fundamentado na reivindicação de representantes políticos locais e de representantes da comunidade da zona rural”, finalizou.

Gostou? Compartilhe e ajude mais pessoas a ter informação!
0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *