Desembargadores negam agravo impetrado pela Câmara de São Manuel


Os Desembargadores de Justiça do Tribunal de São Paulo julgaram na manhã desta segunda-feira, o Agravo de Instrumento impetrado pela presidência da Câmara Municipal de São Manuel, contra a liminar concedida pela doutora Érika de Figueiredo da 2ª. Vara de Justiça de São Manuel, que anulou a decisão de cassação do prefeito Ricardo Salaro, ocorrida em outubro de 2017.
Após ser comunicado do julgamento pelo seu advogado Dr. Tony Chalita, o prefeito Ricardo Salaro disse que sempre aguardou com serenidade a decisão da justiça e que o que mais deseja é a paz política para que possa continuar trabalhando pelo desenvolvimento da cidade.

“Temos que trabalhar, contando com a união e empenho de todos; quer da classe política, quer da população, quer dos nossos servidores municipais, para que São Manuel possa se desenvolver, gerar empregos, melhorar a qualidade de vida de todos. Chegou o momento de darmos um basta nas adversidades políticas, pararmos com os burburinhos, para que possamos convencer, inclusive, os empresários a instalarem suas indústrias aqui na cidade. Precisamos de paz, para reconquistar a credibilidade junto aos investidores, junto aos nossos fornecedores e também junto a nossa população, que sabemos, não concorda com os rumos que as coisas tomaram nos últimos tempos, no campo político”, falou o prefeito.

Gostou? Compartilhe e ajude mais pessoas a ter informação!
0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *